Translate

PROJETO ESSÊNCIA DO SER

PROJETO ESSÊNCIA DO SER
Informações e Inscrições :www.projetoessenciadoser.blogspot.com

Somos todos UM

Remember To Breath

Encruzilhada

Natureza-

Medinesp 2013- Maceió

Medinesp 2013- Maceió
Lançamento do livro HOMEOPATIA e ENERGIA

Lição de Vida

Efeito Isaías- Poder da Oração

telepatia entre cães e donos

A Cura atraves das Emoções -1

A Cura através das Emoções 2

A Cura através das Emoções 3

A Cura através das Emoções 4

A Cura através das Emoções 5

Despertando seu Gênio Interior

Despertando seu Gênio Interior 2

Despertando seu Gênio Interior 3

Despertando seu Gênio Interior 4

29 de jun de 2011

A Visualização Criativa e seu Poder Transformador




Amo as conspirações positivas do Universo!!!!!! Esta semana começo a fazer algumas palestras com o Título O Poder da Intenção, e hoje recebi um convite que compartilho abaixo, sobre um curso que tem tudo a ver com meus sonhos atuais. Tenho conversado muito com Deus sobre nossas responsabilidades de fazermos do nosso mundo um oásis para podermos compartilhar com muitas pessoas. Se tenho consciência disso, tenho escolha, e se tenho escolha, posso mudar!!!


Dentro em breve, traremos este curso para o RJ, e formaremos certamente um lugar em nós capaz de realizar grandes transformações.




"A Visualização Criativa e seu poder transformador"

Venha aprender a transformar obstáculos em ferramentas propícias a seus objetivos; Sair do papel de vítima para o lugar de dono do seu destino; Aprender a dividir suas conquistas com as pessoas ao seu redor, sem tentar controla-las; conhecer e respeitar as leis que regem o Universo; corrigir possíveis desvios no caminho para seu objetivo; ter ferramentas para aceitar os erros na realização das metas e avalia-los; clarear seu plano de vida e definir metas particulares. Isso facilita o aparecimento delas em sua vida. Manter-se aberto ao novo.

FACILITADORA DO CURSO

Alzira Boechat, estuda visualização criativa desde 1988 quando chegou a Lausanne na Suíça. Logo depois encontrou Nicole VanSinger com quem aprendeu mais sobre e com quem se formou em Reiki (I,II,III) e participou de grupos para praticar Reiki e "O Jogo da Transformação", adquirindo assim maior experiência. Teve aí muitas experiências com o efeito poderoso da visualização criativa na transformação em todos os aspectos da vida de quem a pratica consciente e regularmente.
Formou-se em "Gesundheitprakterin für spirituelle Wegbegleitung und Persönlichkeitbildung" e tornou-se mestra em Reiki na Alemanha. Frequentou seminários sobre visualização criativa na Alemanha, inclusive com Robert Betz, terapeuta e autor alemão de livros ainda nao traduzidos para o português e de quem usa algumas visualizações com muito sucesso.Em 2008 voltou a Lausanne para fazer os dois cursos de Psych-K® , o Psych-K® Basic e o Psych-K® Advanced, convidada por Nicole van-Singer. Tornou-se terapeuta com possibilidade de usar o Psych-K®, um método poderoso, permitindo fazer contato com nosso subconsciente e transformar nossas crenças limitadoras em crenças que nos apoiam para realizarmos nossas intenções na vida e vivermos mais felizes e realizados.

PROGRAMAÇÃO DO CURSO

Nesse Curso, você entrará em contato, de maneira prática, com:
• características do consciente e subconsciente,
• os fundamentos básicos da Visualização Criativa,
• a maneira de criar, armazenar e utilizar eficientemente sua energia, reconhecendo os mecanismos de "escape",
• estabelecimentos de metas para sua vida,
• possibilidades de transformar suas imagens em imagens eficientes e ligadas às suas metas,
• a maneira de proteger energeticamente você em sua vida diária,os locais em que vive e trabalha,
• o uso da "Bolha cor de rosa" para liberar preocupações, dúvidas, angústias
• construção do seu "refúgio mental" ,
• a ligação à Terra, ao Sol e ao seu coração (centrar-se),
• a maneira de tornar sua vibração energética mais harmoniosa usando a Visualização Criativa,
• a formação do "espaço da prosperidade" na sua mente,
• a valorização e o agradecimento pelo que já conseguiu,
• a visualização "Luz rosa do amor incondicional" (Efeito cientificamente comprovado segundo Bruce Lipton em "Evolução espontânea", páginas 367/368 da versão em alemão): desenvolvimento da confiança em si mesmo e em suas qualidades,
• o uso da "Roda da sorte" (Catherine Ponder) para representar em imagens suas metas e assim torna-las efetivas,
• o uso de afirmações ligadas às metas de vida e às visualizações,
• o uso do poder dinâmico e transformador da Visualização Criativa nas diferentes áreas da sua vida: emoção e espiritualidade, relacionamentos, saúde e satisfação, prosperidade, força interior, profissão, harmonia familiar, realização pessoal.





*CURSO COM CERTIFICADO OFICIAL*

http://www.visualizecriativa.com/

20 de jun de 2011

Elogiar faz bem


Por vezes nos deparamos com crenças que acabam mudando o rumo de muitos sonhos... elogiar é uma das atitudes que ao serem utilizadas dão um UP na vida; nosso Ego ainda precisa desta ferramenta , pelo menos enquanto acreditamos ser importante a aprovação dos outros. É bem verdade que quando crescemos nos sentindo aceitos, nos tornamos seguros, e então nos permitimos voar em busca de novos rumos.
Se fizermos um " inventário" de nossas vidas,talvez encontremos momentos em que nossos defeitos, são mais vistos que nossas qualidades... e se não prestarmos atenção, acabamos perpetuando para nossos filhos esta programação. O que fazer?


Fortalecer o que há de melhor, em nós, nos amigos, na família, nos relacionamentos afetivos, e assim, não valorizando o que há de " sombra".

Enquanto centelhas de Luz que somos, o essencial sempre é e será invisível para os olhos; enquanto isso, o elogio é muito bem vindo

O artigo abaixo foi recebido hoje, e vale a pena ser lido.


Paz e Luz!!!





Há muitas razões para elogiar alguém. A primeira é que faz um bem danado para quem elogia. Isso porque ninguém é capaz de fazer um elogio sincero sem que sinta algo bom de verdade. E por que elogiar faz tão bem? Porque quem elogia se conecta sincera, direta e amorosamente com o outro, uma necessidade básica do ser humano que acaba esquecida num mundo cada vez mais veloz, individualista e tecnológico.

O elogio é uma simples mas poderosa ferramenta para a construção de relacionamentos. Elogiar ajuda a fazer amigos e a estreitar laços de amizade, de amor e de trabalho (desde que sejam palavras sinceras). Essa atitude inspira uma convivência mais franca e descontraída entre as pessoas. E nos faz experimentar a alegria e a felicidade de dar desinteressadamente, sem esperar nada em troca.

Cada vez que fazemos um elogio, nos concentramos totalmente no outro, procurando suas características positivas e bons exemplos. Ao fazer isso com frequência, observamos o quão rico e vasto é o universo de cada ser humano. As qualidades das pessoas com quem convivemos ficam em evidência. Ao valorizar o que a pessoa tem de bom e não de mal mudamos nosso modo de pensar. Passamos a ver as possibilidades, e não os obstáculos. Começamos a enxergar o mundo de uma forma positiva, estimulante e criativa.

Dar é tão importante quanto saber receber

Mas elogiar é tão importante quanto saber receber um elogio. É comum a pessoa levar mais a sério uma crítica e supor que o elogio traz consigo alguma intenção oculta. Assim, ao responder a um elogio, muitos menosprezam suas conquistas, desviam o foco ou transferem o crédito: "Ah, isso é velho. Comprei numa liquidação” ou "Há outros muito mais merecedores que eu" ou "Foi apenas sorte". Ao fazer isso, a pessoa não apenas nega a si o próprio prazer do elogio, como o recusa também a quem elogiou.

Por outro lado, valorizar aquilo que você tem de bom em si mesmo é sinal de boa autoestima, de amor próprio e de reconhecimento de suas qualidades. Se você costuma se sentir desconfortável sendo elogiado, que tal recondicionar-se para aprender a receber um elogio? Basta dizer “Obrigado”, evitando que palavras negativas saiam de sua boca. Aos poucos, você se sentirá mais confortável para retribuir a gentileza: "Isso é a melhor coisa que alguém me disse hoje" ou "Obrigado por me dizer isso" ou "Obrigado. Isso realmente significa muito para mim."


http://www.felicidadeinternabruta.com.br

18 de jun de 2011

"O melhor".

Engraçado como recebemos do Universo, tudo aquilo que precisamos... na hora certa, no local certo, das pessoas, certas... Nos últimos dias desde o início desta semana, tenho vivido situações , inclusive familiares, que me levaram a pensar repetidas vezes neste tema- O Melhor.

Em alguns momentos cheguei a pensar que estivesse desconectada da tal " realidade", porque ando rodeada de pessoas que vivem a " ilusão" da necessidade deste " O melhor". Como atraimos para nosso campo, tudo o que ainda precisamos liberar em nós, senti que talvez este fosse um padrão que cresci ouvindo durante minha infância e adolescência, e que de um jeito ou de outro, " incorporei" nos meus sistemas... só que algo vem " derrapando" neste condicionamento, e só depois de muitas ferramentas psicoemocionais para me libertar deste peso, consigo hoje experienciar outras frases- não quero SER O MELHOR, não quero TER O MELHOR, porque em essência, não é isto que me define como SER HUMANO... é muito mais que APENAS isto.

Assim é que replico abaixo um Email que recebi hoje, de um amigo, e que faz sentido para minhas reflexões, e quem sabe , as suas.

Paz e LUZ!






Estamos obcecados com com o " melhor".

Não sei quando foi que começou essa mania, mas hoje só
queremos saber do "melhor".

Tem que ser o melhor computador, o melhor carro, o
melhor emprego, a melhor dieta, a melhor

operadora de celular, o melhor tênis, o melhor vinho.

Bom não basta.

O ideal é ter o top de linha, aquele que deixa os outros
pra trás e que nos distingue, nos faz sentir importantes, porque, afinal,
estamos com "o melhor".

Isso até que outro "melhor" apareça - e é uma questão de
dias ou de horas até isso acontecer.

Novas marcas surgem a todo instante.

Novas possibilidades também. E o que era melhor, de
repente, nos parece superado, modesto, aquém

do que podemos ter.

O que acontece, quando só queremos o melhor, é que
passamos a viver inquietos, numa espécie

de insatisfação permanente, num eterno desassossego.

Não desfrutamos do que temos ou conquistamos, porque
estamos de olho no que falta conquistar ou ter.

Cada comercial na TV nos convence de que merecemos ter
mais do que temos.

Cada artigo que lemos nos faz imaginar que os outros
(ah, os outros...) estão vivendo melhor,

comprando melhor, amando melhor, ganhando melhores
salários.

Aí a gente não relaxa, porque tem que correr atrás, de
preferência com o melhor tênis.

Não que a gente deva se acomodar ou se contentar sempre
com menos.

Mas o menos, às vezes, é mais do que suficiente.

Se não dirijo a 140, preciso realmente de um carro com
tanta potência?

Se gosto do que faço no meu trabalho, tenho que subir na
empresa e assumir o cargo de chefia que

vai me matar de estresse porque é o melhor cargo da
empresa?

E aquela TV de não sei quantas polegadas que acabou com
o espaço do meu quarto?

O restaurante onde sinto saudades da comida de casa e
vou porque tem o "melhor chef"?

Aquele xampu que usei durante anos tem que ser
aposentado porque agora existe um melhor e dez vezes mais caro?

O cabeleireiro do meu bairro tem mesmo que ser trocado
pelo "melhor cabeleireiro"?

Tenho pensado no quanto essa busca permanente do melhor
tem nos deixado ansiosos e nos impedido de desfrutar o "bom" que já temos.

A casa que é pequena, mas nos acolhe.

O emprego que não paga tão bem, mas nos enche de
alegria.

A TV que está velha, mas nunca deu defeito.

O homem que tem defeitos (como nós), mas nos faz mais
felizes do que os homens "perfeitos".

As férias que não vão ser na Europa, porque o dinheiro
não deu, mas vai me dar a chance de estar perto de quem amo....

O rosto que já não é jovem, mas carrega as marcas das
histórias que me constituem.

O corpo que já não é mais jovem, mas está vivo e sente
prazer.

Será que a gente precisa mesmo de mais do que isso?

Ou será que isso já é o melhor e na busca do "melhor" a
gente nem percebeu?



Leila Ferreira é uma jornalista mineira com mestrado em
Letras e doutora em Comunicação, em Londres.

Apesar disso, optou por viver uma vidinha mais simples,
em Belo Horizonte...Segue um ótimo texto dela, um bom momento de reflexão a
todos.

12 de jun de 2011

Amar-se

Hoje, dia que é comemorado o Dia dos Namorados, fico pensando naqueles que são eternamente enamorados... não por outra pessoa,mas pela Natureza, pela Vida, pelo Presente que é viver o PRESENTE, e principalmente por SI MESMO. É certo que poucos param ao longo da vida, para olhar para dentro , por livre e espontânea vontade, e fazer um " inventário"honesto sobre sua existência... eu mesma, precisei de um longo tempo de " aprendizado emocional" para deixar ir a falta de amor por mim.

Delegava a outros este poder, e a cada instante que levava " rasteiras" me frustrava, e só lamentava!!!! por que comigo??? foram necessárias também muitas conversas com meu maior conselheiro ( o travesseiro ), que tantas e tantas vezes enxugou minhas lágrimas... lembranças que entreguei ao tempo pra limpar e deixar ir estes conteudos repetitivos, que só me faziam mal.

Aprendi a me aceitar, me respeita, me AMAR!!!! só então encontrei o espelho do AMOR em alguém.

Agora , já desidentificada com padrões emocionais que foram importantes para este aprendizado, acolho o AMOR em mim e desta forma, mais inteira para compartilhar este AMOR com o outro, seja ele, filho, marido, amigo, animal de estimação. natureza...

Compartilho uma mensagem que aborda bem o que sinto.

Paz e Luz!!!!!!!!!




Amar-se mais, respeitar-se a si mesmo, ter cuidado consigo mesmo, pensar em si mesmo... pode parecer uma maneira egoísta de se levar a vida, pois aprendemos que devemos pensar nos outros de maneira altruísta. Mas pensar em si mesmo não significa "pensar só em si mesmo."

No entanto, é impossível pensar em outros se não temos o mínimo de respeito e amor por nós mesmos. Se não sabemos como conduzir bem nossa própria vida, como podemos esperar ajudar outros nas suas necessidades, nas suas carências, nas suas esperanças? Se nos sentimos carentes, como ajudar outros a suprirem as próprias carências?

Quando viajamos de avião, nos avisos de segurança eles dizem que em caso de pressurização para colocarmos primeiro a máscara em nós mesmos para depois colocarmos nas crianças. É uma coisa que faz muito sentido e na vida funciona da mesma maneira.

Jesus disse para amarmos ao próximo como a nós mesmos. Uma pessoa que não se ama é incapaz de amar outra coisa ou alguém, pois o amor é algo que vem de dentro pra fora e não algo que procuramos captar do exterior.

Amar-se, sem exagero, sem uma preocupação excessiva consigo mesmo é um bem que fazemos não só a nós mesmos, mas a todos aqueles que fazem parte do nosso círculo de amigos, colegas, conhecidos. Estar ao lado de alguém que está sempre reclamando da vida, dos outros, dos próprios problemas acaba nos tirando a vontade de estar perto dessa pessoa, pois necessitamos de coisas mais alegres que constantes lamentações.

Então, pelo nosso bem, pelo bem de todos, devemos pensar um pouco mais em nós mesmos. Só podemos contaminar outras pessoas se estivermos nós mesmos contagiados com o vírus do positivismo e do bem-estar. Só podemos iluminar se a luz estiver dentro de nós, se formos portadores de coisas boas.

Assim, vivamos para os outros, mas vivamos também por nós. Com moderação, com amor e dedicação. Tudo justo, na medida exata.



Letícia Thompson

Energia Quântica

EARTH PLANET

Uma Prece ao Melhor do teu Ser

Gregg Braden- Sentimentos, Emoções...

Eletrofisiologia da Intuição

A VIDA É MÁGICA

Prosperar

Cura Energética- Gregg Braden

ROBERT HAPPÉ

Transformando seus Sonhos em Realidade 1

Transformando seus sonhos 2

Transformando seus Sonhos 3

Livro Homeopatia e Energia

O PODER DA INTENÇÃO

Intenção 2

Intenção 3

Validação

ValidaçãoII