Translate

PROJETO ESSÊNCIA DO SER

PROJETO ESSÊNCIA DO SER
Informações e Inscrições :www.projetoessenciadoser.blogspot.com

Somos todos UM

Encruzilhada

Natureza-

On ou Off?

Feliz 2014 com EFT!

Medinesp 2013- Maceió

Medinesp 2013- Maceió
Lançamento do livro HOMEOPATIA e ENERGIA

26 de jan de 2015

Os Diversos Tipos de Desapego

 


Refletindo neste começar de ano sobre novos rumos à seguir, várias idéias vieram a mente. Entretanto, para permitir que o novo entre e faça parte da minha vida, torna-se necessário deixar ir o velho; o que não mais me representa; destralhar-me de corpo e alma; fazer uma entre várias faxinas que arejem o porão do subconsciente, e assim clareie o que preciso for! desatar nós; respirar fundo ; deixar que venha e que vá o fluxo da minha estória... a medida que amadurecemos, tomamos consciência de que o que mesmo importa é a nossa disponibilidade de SER FELIZ!
Transcrevo abaixo um post da ong Arte de Viver, a qual sou voluntária, e que vem de encontro com este meu momento.
Paz e Luz!!!!!



Existem vários tipos de desapego:
  • Você se desapega pois você percebe a angústia no mundo. (Você tem medo da angústia.) Os acontecimentos na vida como a dor e o sofrimento que se experimenta ou se vê, trazem o desapego.
  • O segundo tipo de desapego nasce do desejo de alcançar algo maior. Alguns consideram o desapego como um caminho para a iluminação. Se você renunciar a algo aqui, você ganha alguma coisa lá. Aqueles que estão em busca da iluminação, da prática de austeridades e fazem votos para um lugar melhor no paraíso.
  • O terceiro tipo de desapego vem da sabedoria ou conhecimento. Uma compreensão mais ampla da natureza transitória das coisas traz um estado de não-apego a quaisquer eventos, objetos, pessoas ou situações, o que lhe permite manter a tranquilidade.
O amor divino não permite a manifestação do desapego. A realização do amor traz tal felicidade e tal intoxicação. Ela não só oculta a sua paixão, mas o desapego também.
 




26 de dez de 2014

Novos Rumos, Novas Oportunidades!

2014 vai se despedindo, e com ele a excitação de um novo recomeço. Quantos de nós só nos damos conta disso quando desaceleramos o piloto automático de nossas vidas, e paramos para nos perguntar- o que fiz deste ano? que retratos estão arquivados na minha memória? o que me permiti viver? o que deixei escapar? se pudesse voltar atrás faria diferente... sabe aquela música- Tempos Modernos em que diz em uma de suas estrofes:
 Hoje o tempo voa amor
Escorre pelas mãos
Mesmo sem se sentir
Não há tempo
Que volte amor
Vamos viver tudo
Que há pra viver
Vamos nos permitir...
 
Quem sabe com a energia que permeia estes dias, possamos reescrever nosso novo ano, 2015, como o melhor ano de nossas vidas? fazer de cada momento um PRESENTE DIVINO, para que no final dele ao olharmos para traz o sentimento que vibre seja de pura GRATIDÃO!
O balanço de final de ano acaba sendo necessário para deixar entrar novas oportunidades, varrer o velho e com ele tudo o que não nos resume, o que nos ata, o que nos impede de alavancar; deixar ir crenças que nos limitam, pessoas, fatos, locais que não vale mais fazer parte deste novo ano!
Para muitos este balanço nunca é feito;  outros eventualmente  permitem esta parada; o fato é que "...qualquer um pode começar AGORA e fazer um novo fim"( Chico Xavier).
Tudo enfim está em nossas mãos. Acessar o que existe  de melhor em nós, ou quem sabe, perguntar ao "gênio da lâmpada" guardado em nosso coração. os novos rumos que valeriam investir...e mais uma vez lembrando uma música:
".. Esse ano, quero Paz no meu coração...
Quem quiser ter um amigo
Que me dê a mão..."
Fica aqui meus sinceros votos de um ano de Luz, Paz e novas oportunidades de sermos a " mudança que desejamos ver no mundo"!
 Myrian

17 de ago de 2014

Uma nova jornada está se revelando


                                                
Há poucas semanas atras fiz um curso de reciclagem chamado Espiral Dinâmica, como parte da formação em Coach. Fala sobre os níveis de consciência de um grupo de pessoas. Nestes momentos somos levados as nos questionar e encontrar em uma escala em que nível de desenvolvimento estamos acessando.É interessante porque nos olhamos através de uma lente , onde alguns véus são retirados, e compreendemos melhor alguns comportamentos que manifestamos frente a determinadas situações.  
O post abaixo, recebido através de um site, tem uma abordagem subjetiva de um destes níveis, e cabe bem neste instante, onde muitos de nós estamos passando por profundas transformações .
Paz em nossos corações!


 SABEDORIA DOS ANJOS com Sharon Taphorn
                                                                         13 de Agosto de 2014
                                                          

Tudo acontece por uma razão e esta nova jornada espiritual está acontecendo como um resultado direto das ações que você esteve empreendendo. Algo inteiramente novo está acontecendo e assim aprecie os dons da paixão, da inspiração e das oportunidades que surgem em seu caminho. Esta é a oportunidade de fazer algo incrível, assim não pare agora. Não assuma nada, exceto sua atitude positiva e o seu foco, pois não há nenhuma bagagem permitida.
Use esta energia para ajudar a criar estes relacionamentos harmoniosos, para fazer mudanças corajosas em sua vida e para que esteja livre dos pensamentos menos elevados ou de arrependimentos. Há momentos felizes à frente e isto começa com a visão de sua vida e do seu mundo com esta nova luz, e o aspecto espiritual da aceitação e do amor incondicional. Avance com intenção.

Afirmação: “Minha jornada espiritual chegou a um novo nível de compreensão e experiência, enquanto eu vejo e experiencio a minha vida e o mundo ao meu redor com amor e aceitação incondicional.”
                                                                           E assim é.
                                    Você é ternamente amado e apoiado, sempre
                                                                     Os Anjos e Guias
Thank you, Mahalo, Merci, Gracias, Vielen Dank, Grazie,Спасибо,Obrigado,谢谢, Dank, 謝謝,Chokran,Děkuji,Kiitos
                                        Direitos Autorais Universais©2014 por Sharon Taphorn
                                                               Todos os direitos reservados.
Por favor, compartilhe os artigos, contanto que o autor e as informações de contato sejam sempre incluídos, a mensagem esteja completa e os créditos dados a autora.
                                                http://www. playingwiththeuniverse.com/



                              Tradução: Regina Drumond –reginamadrumond@yahoo.com.br

9 de ago de 2014

O que influencia nosso comportamento

Já algum tempo não faço postagens neste blog, entretanto os motivos são justificáveis! é sempre necessário um período de pausas... são elas que nos permitem olhar para dentro e re significar a caminhada... para onde estamos indo; como e porque escolhemos esta ou aquela rota. Há também os questionamentos ; as motivações que nos impulsionam avançar, as vezes recuar; a buscar  lembranças que foram marcos de mudanças, aquelas que foram importantes alavancas de crescimento em vários níveis. Algumas destas lembranças precisam de tempos em tempos uma verdadeira faxina, para dar espaço para atitudes que nos façam escrever novas estórias, agora congruentes com o momento atual. 
Assim sendo, este ano tem sido de observação pessoal, de leituras , de silêncio , de ações que há muito eram necessárias, mas que foram postergadas para segundo plano e que AGORA vem sendo efetuadas; a consciência plena que um pensamento é capaz de mudar todo o contexto, me torna cada dia mais responsável por mim mesma. 
Antes da formação em Coach, que fiz há aproximadamente 7 anos, tive a oportunidade de participar de alguns outros  com esta temática; há alguns meses uma enorme vontade de rever e retornar aos estudos me levou a procurar a empresa que   acendeu em mim, a vontade de ir em busca de novos sonhos. Sinto que mais uma vez , a necessidade de mudar está ativa em mim.
Voltarei a publicar neste espaço artigos que penso estarem em alinhamento com meu  o momento atual e quem sabe também o seu.
O post abaixo foi publicado em 2013, autora Juliana Noal.( Nortus)

Estudos comparativos realizados com irmãos são, frequentemente, fontes significativas de informação na área do comportamento humano e tem contribuído para entendermos um pouco mais sobre a influência genética e do ambiente nesse contexto.

Pesquisas apontam que gêmeos, principalmente univitelinos, costumam, além da aparência física, ter comportamentos muito semelhantes, mesmo quando criados separadamente. Isso pode indicar a influência da hereditariedade no comportamento humano.

Por outro lado, mesmo nos gêmeos idênticos, é possível observarmos diferenciações físicas e comportamentais. Essas diferenças podem ser atribuídas aos variados estímulos recebidos do ambiente, já que univitelinos possuem o mesmo código genético.

Existem ainda casos de gêmeos idênticos criados na mesma família que tem comportamentos completamente diferentes, pois receberam estímulos diferentes. Seria impossível exercermos controle sobre os estímulos e as situações vividas por cada pessoa. Alguns exemplos: um recebe mais alimento que o outro no período da gestação, no parto um recebe menos oxigenação que o outro, quando criança um cai da bicicleta e o outro não, um conversa com certa pessoa e o outro não, um passa frio em determinado momento e o outro não, um come algo e o outro não, um tem uma doença e o outro não.

Imagine o quanto isso se multiplica no caso de irmãos que não são gêmeos.

Cada ser humano possui uma fórmula pessoal que é única, que começa a ser gravada no sistema nervoso por volta do décimo dia de gestação e continua sendo gravada até o último dia de vida. Ela vai sendo composta por meio das vivências da mãe durante a gestação (emoções, pensamentos, sensações, etc) que são captadas pelo bebê, somadas a todas as experiências após o nascimento. Essa fórmula vai delineando como a pessoa pensa, se comporta e interage com o mundo.

Então, o que exerce mais influência em nosso comportamento: a herança genética ou as experiências ao longo da vida?

Estudos recentes sugerem grande importância aos fatores inatos, mas indicam fortemente que pode existir algo mais a ser considerado. Grande parte de nosso DNA é estável e não muda em essência, mas existem expressões desse código que vão se modificando frente às reações químicas em nosso organismo, provocadas pela forma como interpretamos e reagimos diante das situações.

As emoções são produtos das reações químicas que são impulsionadas por estímulos sensoriais e podem ser moderadas por nossa forma de pensar. Essas químicas podem ativar ou desativar determinadas informações nos genes. Dependendo do que está sendo ativado ou não expressamos a forma “A”, “B” ou “C” de nos relacionarmos e nos comunicarmos com o mundo, ou seja, de nos comportarmos.

Apesar de possuirmos uma fórmula pessoal gravada em nosso sistema, cuja maior parte é inata, somos capazes de ir modificando esse código impresso. Toda mudança adaptativa é fruto de uma necessidade. Quando uma forma habitual de pensar e realizar algo não gera mais resultados satisfatórios, ela está sendo convidada a mudar. Aceitando o convite, temos a oportunidade de transformar algo em nosso comportamento e nos desenvolvermos.

O que é inato influencia muito em nosso comportamento, mas são as novas formas de pensar e nos posicionar experimentadas no dia a dia que nos possibilitam novas formas de agir e, portanto, novos resultados.

E no seu comportamento, existe algo que está sendo convidado a mudar para que novos resultados possam surgir?

Autora: Juliana Noal

28 de abr de 2014

Atitudes que drenam Energia

Como nada é por acaso, esta postagem cai hoje como uma luva... há tempos não tenho parado para partilhar neste blog , mas tenho ficado atenta ao que leio, ouço, sinto, penso e falo, e procurado re significar alguns conceitos e até mesmo pré conceitos; vivemos atualmente em um redemoinho de emoções, e nem sempre estamos no " momento presente" , para observarmos o que de fato ocorre em nós...
Chega uma hora em que precisamos parar e reabastecer nossos corpos, para seguir em frente, mais revigorados e atentos para nos dar a oportunidade de viver a vida com a plenitude que merecemos.
Deixo aqui para reflexão este texto que recebi.
Paz e Luz!
Atitudes que drenam Energia:
1 – Pensamentos obsessivos
Pensar gasta energia, e todos nós sabemos disso. Ficar remoendo um problema cansa mais do que um dia inteiro de trabalho físico. Quem não tem domínio sobre seus pensamentos – mal comum ao homem ocidental, torna-se escravo da mente e acaba gastando a energia que poderia ser convertida em atitudes concretas, além de alimentar ainda mais os conflitos. Não basta estar atento ao volume de pensamentos, é preciso prestar atenção à qualidade deles. Pensamentos positivos, éticos e elevados podem recarregar as energias, enquanto o pessimismo consome energia e atrai mais negatividade para nossas vidas.
2 – Sentimentos tóxicos
Choques emocionais e raiva intensa também esgotam as energias, assim como ressentimentos e mágoas nutridos durante anos seguidos. Não é à toa que muitas pessoas ficam estagnadas e não são prósperas. Isso acontece quando a energia que alimenta o prazer, o sucesso e a felicidade é gasta na manutenção de sentimentos negativos. Medo e culpa também gastam energia, e a ansiedade descompassa a vida. Por outro lado, os sentimentos positivos, como a amizade, o amor, a confiança, o desprendimento, a solidariedade, a auto-estima, a alegria e o bom-humor recarregam as energia e dão força para empreender nossos projetos e superar os obstáculos.
3 – Maus hábitos – Falta de cuidado com o corpo
Descanso, boa alimentação, hábitos saudáveis, exercícios físicos e o lazer são sempre colocados em segundo plano. A rotina corrida e a competitividade fazem com que haja negligência em relação a aspectos básicos para a manutenção da saúde energética.
4 – Fugir do presente
As energias são colocadas onde a atenção é focada. O homem tem a tendência de achar que no passado as coisas eram mais fáceis: “bons tempos aqueles!”, costumam dizer. Tanto os saudosistas, que se apegam às lembranças do passado, quanto aqueles que não conseguem esquecer os traumas, colocam suas energias no passado. Por outro lado, os sonhadores ou as pessoas que vivem esperando pelo futuro, depositando nele sua felicidade e realização, deixam pouca ou nenhuma energia no presente. E é apenas no presente que podemos construir nossas vidas.
5 – Falta de perdão
Perdoar significa soltar ressentimentos, mágoas e culpas. Libertar o que aconteceu e olhar para frente. Quanto mais perdoamos, menos bagagem interior carregamos, gastando menos energia ao alimentar as feridas do passado. Mais do que uma regra religiosa, o perdão é uma atitude inteligente daquele que busca viver bem e quer seus caminhos livres, abertos para a felicidade. Quem não sabe perdoar os outros e si mesmo, fica ”energeticamente obeso”, carregando fardos passados.
6 – Mentira pessoal
Todos mentem ao longo da vida, mas para sustentar as mentiras muita energia é gasta. Somos educados para desempenhar papéis e não para sermos nós mesmos: a mocinha boazinha, o machão, a vítima, a mãe extremosa, o corajoso, o pai enérgico, o mártir e o intelectual. Quando somos nós mesmos, a vida flui e tudo acontece com pouquíssimo esforço.
7 – Viver a vida do outro
Ninguém vive só e, por meio dos relacionamentos interpessoais, evoluímos e nos realizamos, mas é preciso ter noção de limites e saber amadurecer também nossa individualidade. Esse equilíbrio nos resguarda energeticamente e nos recarrega. Quem cuida da vida do outro, sofrendo seus problemas e interferindo mais do que é recomendável, acaba não tendo energia para construir sua própria vida. O único prêmio, nesse caso, é a frustração.
8 – Bagunça e projetos inacabados
A bagunça afeta muito as pessoas, causando confusão mental e emocional. Um truque legal quando a vida anda confusa é arrumar a casa, os armários, gavetas, a bolsa e os documentos, além de fazer uma faxina no que está sujo. À medida em que ordenamos e limpamos os objetos, também colocamos em ordem nossa mente e coração. Pode não resolver o problema, mas dá alívio. Não terminar as tarefas é outro “escape” de energia. Todas as vezes que você vê, por exemplo, aquele trabalho que não concluiu, ele lhe “diz” inconscientemente: “você não me terminou! Você não me terminou!” Isso gasta uma energia tremenda. Ou você a termina ou livre-se dela e assuma que não vai concluir o trabalho. O importante é tomar uma atitude. O desenvolvimento do auto-conhecimento, da disciplina e da terminação farão com que você não invista em projetos que não serão concluídos e que apenas consumirão seu tempo e energia.
9 – Afastamento da natureza
A natureza, nossa maior fonte de alimento energético, também nos limpa das energias estáticas e desarmoniosas. O homem moderno, que habita e trabalha em locais muitas vezes doentios e desequilibrados, vê-se privado dessa fonte maravilhosa de energia. A competitividade, o individualismo e o estresse das grandes cidades agravam esse quadro e favorecem o vampirismo energético, onde todos sugam e são sugados em suas energias vitais.
10. Preguiça, negligência
E falta de objetivos na vida. Esse ítem não requer muitas explicações: negligência com a sua vida denota também negligência com seus dons e potenciais e, principalmente, com sua energia vital. Aquilo do que você não cuida, alguém vem e leva embora. O resultado: mais preguiça, moleza, sono….
11. Fanatismo
Passa um ventinho: “Ai meu Deus!!!! Tem energia ruim aqui!!!” Alguém olha para você: “Oh! Céus, ela está morrendo de inveja de mim!!!” Enfim, tudo é espírito ruim, tudo é energia do mal, tudo é coisa do outro mundo. Essas pessoas fanáticas e sugestionáveis também adoram seguir “mestres e gurus” e depositar neles a responsabilidade por seu destino e felicidade. É fácil, fácil manipular gente assim e não só em termos de energia, mas também em relação à conta bancária!
12. Falta de aceitação
Pessoas revoltadas com a vida e consigo mesmas, que não aceitam suas vidas como elas são, que rejeitam e fazem pouco caso daquilo que têm. Esses indivíduos vivem em constante conflito e fora do seu eixo. E, por não valorizarem e não tomarem posse dos seus tesouros – porque todos nós temos dádivas – são facilmente ‘roubáveis’.
O importante é aprender a aceitar e agradecer tudo o que temos (não confundir com acomodação). Quando você agradece e aceita fica em estado vibracional tão positivo que a intuição e a criatividade são despertadas. Surgem, então, as possibilidades de transformar a vida para melhor!
Por: Vera Caballero

Energia Quântica

EARTH PLANET

Uma Prece ao Melhor do teu Ser

Gregg Braden- Sentimentos, Emoções...

Eletrofisiologia da Intuição

A VIDA É MÁGICA

Prosperar

Cura Energética- Gregg Braden

A Ciencia dos Milagres

Matrix- a nova ciencia de Cura

ROBERT HAPPÉ

SE EU QUISER FALAR COM DEUS

Transformando seus Sonhos em Realidade 1

Transformando seus sonhos 2

Transformando seus Sonhos 3

Livro Homeopatia e Energia

O PODER DA INTENÇÃO

Intenção 2

Intenção 3

Validação

ValidaçãoII