Translate

PROJETO ESSÊNCIA DO SER

PROJETO ESSÊNCIA DO SER
Informações e Inscrições :www.projetoessenciadoser.blogspot.com

Somos todos UM

Remember To Breath

Encruzilhada

Natureza-

Medinesp 2013- Maceió

Medinesp 2013- Maceió
Lançamento do livro HOMEOPATIA e ENERGIA

Lição de Vida

Efeito Isaías- Poder da Oração

telepatia entre cães e donos

A Cura atraves das Emoções -1

A Cura através das Emoções 2

A Cura através das Emoções 3

A Cura através das Emoções 4

A Cura através das Emoções 5

Despertando seu Gênio Interior

Despertando seu Gênio Interior 2

Despertando seu Gênio Interior 3

Despertando seu Gênio Interior 4

23 de nov de 2009

Faça sua escolha: Voe com as águias ou ande com as galinhas



Era uma vez uma grande montanha onde as águias tinham seus ninhos. Um dia, um tremor de terra fez com que um dos ovos de águia rolasse montanha abaixo. Ele rolou até parar no terreiro de uma fazenda ao pé da montanha. As galinhas, como sempre muito responsáveis, decidiram cuidar do ovo e uma galinha mais velha ficou com a incumbência de chocá-lo e cuidar da educação da pequena ave.

Após algumas semanas, o ovo se abriu e uma bela águia nasceu. Infelizmente, a pequena águia foi criada como uma galinha e passou a acreditar que era mais uma ave do galinheiro da fazenda. A águia amava seu lar e sua família, mas, intimamente, seu espírito sonhava com algo mais.

Um dia, enquanto ciscava o chão à procura de insetos, a águia olhou para o céu e viu um grupo de poderosas águias voando muito alto. “OH”, a águia gritou, “como eu gostaria de voar como aquelas aves”. As galinhas riram e zombaram: “Você não pode voar como aquelas aves. Você é uma galinha, e galinhas não voam”.

A águia continuou a mirar sua verdadeira família, sonhando que poderia estar lá em cima com aquelas belas aves. Mas toda vez que ela revelava seus sonhos, era lembrada que isto não era possível. Isto foi o que a águia aprendeu a acreditar. Com o passar do tempo, a águia parou de sonhar e continuou a viver sua vida de galinha. Finalmente, após muitos anos vivendo como galinha, a águia morreu (autor desconhecido).

Moral da história: você se torna naquilo que você acredita que é. Assim, se você sonha que é uma águia, siga seus sonhos e não os conselhos das galinhas.

17 de nov de 2009

Te Amo

Segue abaixo a letra da música que o amigo Maurício Duboc fez, seguindo a inspiração para o Ho'oponopono



Se acolho o que meu ego vê
Ou se vejo algum mal em você

Sinto muito, Me perdoe
Te amo, Sou grato

Se endosso o que não é real
Se acredito que existe o mal

Sinto muito, Me perdoe
Te amo, Sou grato

Se esqueço que sou infinito
Se dou crédito a qualquer delito

Sinto muito, Me perdoe
Te amo, Sou grato

Se a mente que mente é do ego
Se o medo ainda me deixa cego

Sinto muito, Me perdoe
Te amo, Sou grato

Se esqueço de que Somos Um
Não percebo o que nos é comum

Sinto muito, Me perdoe
Te amo, Sou grato

Se em seus olhos não consigo me ver
Se ainda creio que é preciso sofrer

Sinto muito, Me perdoe
Te amo, Sou grato
Sinto muito, Me perdoe
Te amo, Sou grato

15 de nov de 2009

O ponto de vista...


Tenho acompanhado vários sites durante estes anos, e o site SOMOS TODOS UM nos brinda com artigos bastante interessantes. O artigo abaixo fala do Ho'oponopono, com uma linguagem simples, clara, e que expressa minha forma de sentir esta Arte .

"Tanto aprendizado e agora... como desaprender tudo que nos ensinaram que somos e que encobriu a nossa verdadeira natureza?
Uma identificação aqui... outra ali... seja com uma crença religiosa... uma idéia... um novo papel adquirido ao custo de muito esforço... e é claro, o apego a tudo isso.
Ao longo da vida... ou das vidas... vamos tomando posse de tantas e tantas coisas que não fazem parte da nossa essência, que não sobra quase nada de quem verdadeiramente somos.
Quando nos damos conta que "somos" tanta coisa que não somos... e em como estamos apegados a coisas... pessoas... conceitos... opiniões... regras... dá uma vontade de largar isso tudo e descobrir o que está encoberto por tantos acréscimos...

O Ser silencioso aguarda no profundo de cada um... dando sinais em vislumbres sutis de presença.

Mas o que nos faz buscar esse Ser, geralmente, é uma imensa insatisfação... venha por sofrimento... venha por falta de sentido na vida... ou de qualquer outra maneira, a chamada para o despertar chega a cada um na forma mais adequada a sua história.

Hoje depois de uma longa busca e muitos encontros preciosos, comigo e com o outro... percebo o quanto está mais leve esse caminhar rumo ao Ser... e como, uma mudança na forma que olhamos para as coisas, tem o poder de transformar tudo.

Quando recebemos nossa história... e as experiências que nos chegam, sob o ponto de vista de quem está sendo vítima da situação... tudo parece injusto e sem sentido. Por que isso está acontecendo comigo? O que eu fiz para merecer isso?
E o que parece ruim, só vai ficando pior...

Quando recebemos a vida sob o ponto de vista de que... ali está a configuração perfeita para liberar tudo que nos impede de ser verdadeiramente felizes... e recebemos tudo como oportunidade, o que era ruim já passa a ser visto sob uma nova perspectiva.
O que está vindo para ser limpo? O que posso liberar para que abrir espaços para o novo?

A vida pode ser boa ou ruim dependendo da nossa reação a ela.

E essa reação quase sempre é determinada por memórias que nos fazem reagir da pior maneira possível, acreditando que somos vítimas indefesas... essas memórias nos fazem repetir histórias que não deram certo e que nos causaram dor, medo, culpa... e quando vem de novo o mesmo tipo de situação, em nova roupagem, as memórias nos fazem reagir ao que já passou... nos tirando a possibilidade de fazer diferente e de mostrar que a vida pode ser renovada a cada dia.

Ao entendermos que... o que está fora é só um reflexo do que está dentro, vamos parar de fugir e de lamentar e passaremos a olhar de frente o que nos chega a cada dia porque, em última instância, descobrimos que não temos como fugir de nos mesmos. Aquilo que aparece fora está dentro e, portanto, não adianta culpar e nem fugir de pessoas e situações, porque outras e outras virão para nos mostrar que a realidade é como uma tela onde projetamos o que temos dentro...

É bonito a gente perceber que, depois dessa mudança de perspectiva e dessa tomada de consciência, passamos a ver os problemas como chances reais de tranformação, sem julgamentos nem conosco nem com o outro... porque entendemos que o outro também está dentro de nós... assumimos responsabilidade pelos problemas que nos aparecem, e olhamos para eles com gratidão, porque somos capazes de perceber a oportunidade de transformação que cada um nos oferece.

Agradecemos às memórias que chegam como possibilidades de nos libertar...

Ao não resistir à vida... esta passa a fluir ao nosso favor... fazemos a nossa parte e, com certeza, teremos toda ajuda do Grande Mistério... "

Rubia A. Dantés

12 de nov de 2009

Oração da Serenidade

Conta uma lenda que um rei desejando saber qual era a receita da felicidade mandou chamar um sábio que lhe deu um livro com apenas duas páginas, dizendo:

- Neste livro está inserida toda a receita para a felicidade e o resumo de toda a sabedoria. Quando estiveres aflito, desesperado, pressionado pelo mundo, não encontrando o caminho a ser percorrido abre este livro e leia a primeira página apenas. Assim também, quando estiveres sentindo a necessidade de compartilhar sua alegria e felicidade com o mundo, em função de seus sucessos, abre o livro e lê a segunda página.

Assim foi feito. Certa ocasião, o rei encontrava-se encurralado em batalha com o país vizinho, prestes a perder tudo o que tinha, colocando em risco a sorte de seu povo. Não sabendo o que fazer, lembrou-se do sábio, pegou o livro e leu a primeira página. Lá estava escrito: "Isto passa!"

Enchendo-se de esperança, o rei conseguiu recuperar-se de seu estado depressivo, trabalhou com afinco, deu a volta por cima da adversidade e conseguiu superar a situação, voltando a trazer harmonia para seu povo.

Quando estava feliz por ter conseguido vencer e resgatar a prosperidade de seu povo, desejando compartilhar sua alegria com todos à sua volta, lembrou-se do sábio, pegou o livro e leu a segunda página. Lá estava escrito: "Isto também vai passar!"

Assim também são as coisas do mundo, não estão sob o controle ou domínio dos homens. Tristeza, felicidade, sucesso, fracasso, alegria, tudo passa, tudo se modifica.

A paz espiritual não significa a ausência de problemas ou de obstáculos, mas o reconhecimento de que esses são nossas oportunidades de aprendizado e de iluminação interior.
Diante das adversidades, encontramos três tipos de situação: aquelas que não estão sob nosso controle e, portanto, não podem ser mudadas pelas nossas ações; aquelas que estão sob nosso controle e só dependem de nós para serem mudadas; e aquelas que, embora não possamos modificar diretamente, podemos tentar influenciar na mudança.

Tudo começa, pois, pela aceitação de si mesmo, pelo conhecimento de si próprio, pela luta para vencer a ilusão do orgulho, a vaidade, o egoísmo, o apego e pela decisão de caminhar vivendo as experiências do mundo com sabedoria. A felicidade não é um ponto de chegada, não é um momento fugaz, mas a oportunidade de percorrer o caminho continuamente. Cada instante da vida é, pois um momento de felicidade quando trazemos a paz no Espírito. Nosso mundo é ainda de amor condicional, daí ser a felicidade, aos olhos dos homens, uma coisa passageira.

A Oração da Serenidade nos aponta o caminho, nos aconselha o comportamento para melhor enfrentarmos as situações da vida. Como atingir a serenidade para aceitar, a coragem para agir e a sabedoria para discernir. A oração como um todo nos diz assim:


Concede-me, Senhor, a serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso modificar; coragem para modificar as que eu posso , e sabedoria para distinguir uma da outra – vivendo um dia de cada vez, desfrutando um momento de cada vez, aceitando as dificuldades como um caminho para alcançar a paz, considerando o mundo como ele é, e não como gostaria que ele fosse, confiando em Deus para endireitar todas as coisas, para que eu possa ser feliz nesta vida e sumamente feliz contigo na eternidade.

.O autor é Cel QMB/R1 e Vice-presidente da CME.

Rio de Janeiro

Amigos:
Sou Grata ao Divino Arquiteto do Universo por mais um ano de realizações. Tenho aprendido muito com pacientes amigos, e observado que cada um escreve suas histórias de acordo com suas crenças. A cada consulta, quer seja como Homeopata ou Coach, sinto que o momento que vivemos é único e que apenas precisamos querer nos desapegar de padrões limitantes que AINDA nos impedem de seguir adiante e re editar o " filme" de nossas vidas. Muitas queixas que se apresentam no consultório, falam de MEUS temores, dúvidas, questionamentos, afetos, e tantos outros assuntos que à princípio podem parecer que sou eu quem os trato, mas que na verdade são eles, os reais terapeutas que a Divindade me presenteia para que eu cure em mim, tudo o que precisa urgentemente ser liberado... Só a partir desta compreensão é que pude me sentir livre para olhar a todos com os olhos da Gratidão. Tudo isto se tornou possível depois que conheci o Processo Ho'oponopono e passei a utiliza-lo como uma ferramenta incessante. A sensação que tenho, é que as coisas se tornam mais simples quando percebemos o outro como parte de nós, e que assim que assumimos a responsabilidade pelas mudanças , todo o restante é modificado ao nosso redor... quantas tomadas de consciência pude presenciar durante este ano ( em mim e no outro); quantas " doenças" foram transformadas, apenas pela mudança do foco do EU para NÓS; quantos foram liberados, e quantos estão chegando...Sou Grata!!!!! quantos novos Projetos se apresentam e os aceito como uma nova forma de contribuir para o Planeta, de uma forma mais consciente... Por tudo isto e muito mais SOU GRATA!

7 de nov de 2009

Portal Círculo

Te amo, te amo, te amo!!

Aplicar as ferramentas do Ho'oponopono em grupo ( aproximadamente 15 pessoas), foi uma experiência gratificante! Durante 6 encontros , pudemos expor nossos padrões repetitivos, personagens de histórias reencenadas no palco de nossas mentes, e acessarmos um Portal Quântico onde esses " padrões" foram literalmente libertados.

O fato de assumirmos 100% de responsabilidade por nós e por tudo o que ocorre ao nosso redor, e´que faz com que este método nos libere de paradigmas que muitos de nós ainda insistimos em acreditar. Tudo fica mais simples quando observamos que somos participantes ativos das histórias que vivemos e que cabe a cada um reeditar as cenas que aceitamos viver... Se até agora tudo o que vivemos( bom ou ruim) é responsabilidade nossa, podemos então através da entrega consciente, aceitação, confiança e gratidão, assumir outros caminhos. Aprendi muito com o grupo que se fez presente nestes encontros, e sou muito grata a todos. Novos grupos estão sendo formados a partir de agora, para ampliarmos espaços onde muitos possam participar , interagir e fazer acontecer a limpeza de tantas memórias ancestrais que esperam para serem transmutadas em pura LUZ.

Sou Grata!!!!!

Myrian

Caso haja interesse em participar dos grupos, deixe aqui seu comentário.
Visite o site: www.hooponopono.com.br

Kahuna Healing e Ho'oponopono

Há aproximadamente 2 anos venho praticando e divulgando o processo Ho'oponopono Identidade Própria no RJ. Como Médica Homeopata e Coach Pessoal tenho utilizado esta fantástica ferramenta de auto cura no atendimento dos clientes que me procuram , e observo inúmeras transformações pessoais. Além de ser um método muito simples, nos permite reescrever nossas histórias, nossa " lenda pessoal".
Sou muito Grata a todos aqueles que caminham ao meu lado, quer seja nos encontros virtuais, fórum, seminários, Workshops... e que assim como eu tornaram-se 100% responsáveis por este momento único, que é a nossa presença neste Planeta abençoado- Terra.


HUNA
O Método de Cura Espiritual das Ilhas Polinésias , conhecido como HUNA, significa "segredo" e existe há mais de 5000 anos. É um sofisticado sistema de manipulação de energia com ênfase na conectividade da espiritualidade cósmica do Ser Humano com a Terra, seu corpo e suas emoções. Integra mente, corpo e espírito em ações e materializações para a felicidade pessoal e de nossa "teia-de-vida". Nos ensina a celebrar a vida no plano físico e a ver a espiritualidade em todas as coisas, nas materializações.
Acredita que a chave para viver uma vida integral está em despertar e integrar nosso Eu Inferior ( Subconsciente ), com o Médio (Consciente ) e o Superior ( Espiritual ou Superconsciente ). Através dessa integração, Huna esta centrada no Amor e enxerga o Ser Humano, a Natureza e o Divino como partes harmoniosas de uma mesma comunidade cósmica.
Huna nos fornece um conjunto de práticas xaamanicas simples mas, profundamente transformacionais, que nos abre e amplia o mundo espiritual.
Historicamente o KAHUNA é o Mestre Espiritual ,Guardião do conhecimento HUNA e da Tradição. Quando os ingleses se instalaram nas ilhas havaianas a prática HUNA foi proibida e o KAHUNAS tiveram que trabalhar na clandestinidade. Assim, a Sabedoria Espiritual HUNA ficou oculta por muitos anos. Hoje, nessa nova idade do Planeta, a prática HUNA uma vez mais emerge – através de muitos poucos eleitos - para nos ajudar a CURAR a NÓS e ao TODO de forma abrangente e total.
Como brilhantemente cita Max Freedom Long:
“Se você não está utilizando o método HUNA, você está trabalhando com um esforço muito maior do que precisaria!”


HO’OPONOPONO

Técnica utilizada pelo Dr. Ihaleakala Hew Len, psicólogo e xamã Kahuna Hawaiano, do Hospital Estatal do Hawai, que curou um pavilhão completo de pacientes criminais insanos sem sequer ver nenhum deles. Hoje este pavilhão está fechado. Diz o Dr. Len: “Em um sentido literal, todo o mundo é sua criação. Se desejar melhorar sua vida, deve curar sua vida. Se desejar curar qualquer outro, ainda que seja um criminoso mentalmente doente, faça-o curando a si mesmo”.

Artigo retirado do Portal Cósmico.
maiores informações sobre Ho'oponopono Brasil:

6 de nov de 2009

Qual a missão da sua alma?



Toda vez que alguém fala sobre missão, talvez mesmo o mais incrédulo, desconectado ou ateu acaba se questionando internamente, qual será minha missão? Eu tenho uma missão? Existe mesmo uma missão ou propósito de vida para cada ser?
Isso já é um avanço. Acreditar que podemos ter uma missão é um grande passo.
A intenção desse texto é sem dúvida estimular nas pessoas a compreensão que temos uma missão pessoal e que nosso propósito ou finalidade é a realização dessa meta pessoal ou melhor, cumprimento da missão da alma. Essa missão está escondida dentro de nós mesmos, sendo muito sutil e pouco percebida. Somos regidos pela lei do livre-arbítrio, o que nos disponibiliza o direito de decidir e fazer o que quisermos.

Para aprofundarmos o entendimento desse tema é necessário um pouco de reflexão:

O que estamos fazendo aqui na terra? Pra que vivemos? Qual nossa missão por aqui?

Muitas pessoas nem arriscam uma reposta, o que é preocupante. A maioria de nós não sabe muito bem, contudo é unânime o sentimento de que estamos aqui para aprender, para evoluir e se desenvolver. Já é um bom passo. Se a missão da alma de uma pessoa é evoluir, então o que significa evoluir nesse caso?

Evoluir significa eliminar os aspectos inferiores do ser, que são os mais diversos, como: raiva, ódio, mágoa, tristeza, depressão, orgulho, ego, vaidade, medo, vergonha, baixa estima e dezenas de outros sentimentos. Toda vez que uma pessoa experimenta a força negativa desses sentimentos, muitas consequências negativas aparecem.

Todos seres humanos possuem aspectos inferiores de sua personalidade que ficam escondidos dentro da essência de cada um, prontos para entrarem em cena a qualquer momento.

O nível de consciência é o grande responsável pela percepção que temos sobre as situações da vida, decidindo sempre de que maneira iremos encarar as adversidades, com a mente superior(Eu Superior) ou com a mente inferior(Ego).

Não é muito incomum a pessoa acordar de manhã, meditar e pedir internamente. Hoje quero curar a raiva existente em mim. Nada disso, a pessoa nem percebe que tem raiva até que alguém lhe ofenda, ou que sofra injustiça, ou ainda, que risquem o seu carro. Num ímpeto incontrolável o sentimento aflora, sem barreiras ele sai das profundezas e emerge para a superfície do indivíduo.

Uma pessoa que está magoada com um amigo por exemplo, não sabia que tinha esse sentimento, até que a ocasião lhe fez aflorar tal aspecto. Na verdade a pessoa que a magoou é apenas o instrumento para aflorar um sentimento que já existia dentro dela, mas que foi aflorado pelo fato. Não existe um grande culpado pelo sentimento, existem os gatilhos, que na verdade são grandes contribuições para que possamos perceber o quanto guardamos em nossas almas os aspectos inferiores.

Nosso Planeta é Uma Escola

A Terra é uma escola, a vida é um eterno aprendizado. Por isso o plano maior de Deus proporciona são ferramentas pedagógicas para nossa evolução.Nós somos eternos alunos que ainda necessitamos de ajuda do astral superior para acelerar o nosso crescimento e evolução que se constituem na maior missão de nossas almas.

Assim como as escolas do nosso Planeta, cada uma em seu seguimento, utilizam-se de modernos métodos pedagógicos para melhorar o ensino, a vida também tem seus métodos pedagógicos.

As situações-gatilho vão acontecendo a todo instante, aflorando os sentimentos inferiores para que possamos reconhecer os aspectos negativos e curá-los. Mas nem sempre a cura acontece. Os gatilhos vão aflorando as inferioridades e a pessoa muitas vezes mergulha em um sentimento de vitimização e autopiedade que tornam as coisas bem mais difíceis.

Os aspectos negativos são aflorados e a pessoa adota a postura de comportar-se como vítima da situação, achando culpados e vilões, sem perceber o quanto todos esses são importantes para revelarem as inferioridades escondidas em sua alma. Se a nossa missão é evoluir e evoluir significa purificar os sentimentos, logo todo gatilho que mostra quais são esses sentimentos e devem ser vistos como presentes de Deus, pois ajudam a acelerar o processo.

Ao invés de adotar a postura de vítima da situação é necessário buscarmos entender e identificar qual é o sentimento ou emoção negativa aflorada a cada situação. Isso vai proporcionar muitas dicas para encontrar a missão de nossas almas.
Essa visão traz a condição de percebermos que a maior parte da missão de nossas almas não se dá separadamente na realização de um projeto ou algo parecido mas , no dia a dia, em meio aos familiares, amigos, no trabalho, nas relações, etc. Cada pessoa, cada conflito ou adversidade atua como um instrumento dessa missão. E se a Terra é uma escola, cada gatilho em nossas vidas pode ser considerado um exame escolar, que verifica a capacidade do entendimento por parte do aluno.

Situações repetitivas, cíclicas, que acontecem por longos períodos indicam que a pessoa não está compreendendo o que está aflorando, muito menos está transmutando os aspectos negativos. Essa ótica traz também o entendimento de que nós precisamos dos gatilhos. Levando essa realidade para a vida cotidiana, dá para dizer que o indivíduo precisa (no sentido de aprendizados e evolução) de um problema, que o faça sentir a emoção negativa, o apego, o medo, a raiva, o ciúmes, etc.

Essa é uma boa pergunta a fazer quando os problemas acontecerem em sua vida:
Por que estou precisando desse gatilho?

Por que estou precisando desse pai distante ? desse chefe autoritário ou desse vizinho intrometido?

Por que eu me incomodo com essas pessoas?

Quais sentimentos estão aflorando que devem ser trabalhados?

Quando a pessoa se dá conta do que ela está aflorando, percebe o que deve ser curado e com isso passa a não precisar mais desses gatilhos: o ciclo se encerra e o aluno passa de ano.

Para quantos aspectos inferiores estamos sendo repetentes?

É uma boa pergunta para se fazer em momentos de introspecção.

Simples em sua proposta, essa é a nossa principal missão nessa existência, o requisito básico para qualquer alma que vive na Terra. Durante a vida de uma pessoa, muitas coisas podem ser feitas!

A vida é leve se olharmos com novos olhos, contudo é bom ficarmos atentos porque muitas coisas podem acontecer, muitas armadilhas podem nos desviar de nossa meta maior e nos afundar distrações ilusórias distanciadas dos objetivos do Pai maior para com Seus filhos.


Bruno J. Gimenes


A mente-coração pensa melhor


Se quisermos evoluir internamente não é suficiente encontrarmos atividades mentais que organizem nossa mente. Iremos precisar nos aproximar de nossos sentimentos para desenvolvermos um bom coração.

Os mestres budistas nos ensinam a diferenciar a mente-coração da mente-pensante. A mente-pensante está sempre insatisfeita, enquanto que a mente-coração manifesta-se sempre tranqüila. Quando acessamos a mente-coração vemos tudo com clareza - pois ela é o fluxo natural de nossa energia de base positiva, a mente de paz.

Procuro ressaltar o valor desta mente-coração em meu trabalho psicoterapeutico, pois noto que quando um paciente está falando de seu problema sem senti-lo verdadeiramente, a conversa torna-se um simples bate-papo, que num contexto terapêutico é perda de tempo... É como se ele estivesse se lamentando de algo, mas evitando sentir a dor de seu lamento. Discutir sobre a relação ou discutir sobre os problemas gera poucas mudanças, se não houver a presença da mente-coração.
A verdadeira mudança ocorre somente quando o que pensamos está em sintonia com o que sentimos.

No entanto, em geral, estamos tão sobrecarregados pelas tarefas diárias, que nem nos damos conta do quanto nos tornamos automatizados, frios, isto é, sem expressão afetiva. A concentração diária pode nos tornar pessoas práticas e eficazes, mas, se não pararmos para nos sintonizar com nossos sentimentos, correremos o risco de nos tornar pessoas menos empáticas, mais egocentradas. Desta forma, rebaixamos a capacidade de sentir afeto e gradualmente perdemos a espontaneidade que nutre afetivamente nossos relacionamentos. Conseqüentemente, passamos a nos sentir distantes uns dos outros e nem sabemos o por quê...

Lama Gangchen costuma nos alertar para o fato de que deveríamos sentir amor com mais freqüência. Nossas palavras perderam sua força, justamente, porque não estão mais imantadas de amor verdadeiro: Palavras ditas com amor possuem o poder de transformar a realidade; pelo poder da verdade as coisas se manifestam.

Acredito que nos falta praticar mais atividades contemplativas, que nos levem a desacelerar a mente para que possamos nos aproximar do tempo do coração. Estar em contato com a natureza nos ajuda muito a acessar nossa mente-coração. Quando nos emocionamos diante da beleza de um pôr-do-sol, entramos em sintonia com seu tempo lento e constante, o que naturalmente desacelera a nossa mente-pensante.

Quando relaxamos em nossa qualidade de base energética positiva, conseguimos pouco a pouco romper o hábito de atacar ou defender, seja a nós mesmos ou aos outros. Uma vez menos reativos, nos tornamos mais suaves, mais disponíveis para os outros. A suavidade é uma qualidade inerente à nossa base de energia pura: ela indica que finalmente acessamos a mente-coração: nos sentimos vivos e bem despertos.

Extraído do livro Mania de Sofrer de Bel Cesar, Editora Gaia.

2 de nov de 2009

Musicoterapia


Devido o trabalho que venho desenvolvendo no Projeto Semente Viva , tenho lido muitos artigos que abordam temas diversos . e um deles , bastante interessante refere-se a Música. Penso que nossa responsabilidade amplia a medida que tomamos consciência da necessidade de reformularmos nossas atitudes perante a vida. Se quisermos que mudanças aconteçam, precisamos dar o primeiro passo; A Natureza devolverá para a Humanidade aquilo que cultivamos ao longo de nossa caminhada evolutiva.
"A musicoterapia é hoje utilizada nos países mais adiantados tecnológica e cientificamente, como: França, Países Baixos, Escandinávia, Estados Unidos, Canadá e outros.

No extraordinário livro a “Vida Secreta das Plantas” de Peter Tompkins e Christopher Bird (Expressão e Cultura, 6ª edição, 1979),os autores destacam as pesquisas de Cleve Backster,cientista estaunidense, que utilizou o galvanômetro (parte de um detector de mentiras poligráfico), para estudar reações das plantas a estímulos externos..

As pesquisas com plantas aconteceram sem uma deliberada intenção ou planejamento específico. Determinada noite, estando em seu laboratório onde ensinava a técnica de detecção de mentiras a policiais e agentes de segurança de todo o mundo, movido por impulso súbito, decidiu ligar os elétrodos de um dos seus detectores na folha de uma dracena (planta ornamental) que estava em sua sala. Pensou em seguida em queimar uma folha qualquer e ver o que aconteceria. Antes mesmo de se mexer para apanhar fósforos, o gráfico do polígrafo registrava algo semelhante a uma reação de pânico. A planta percebera a intenção, antes do ato, que não chegou a consumar-se .

Foi o início das pesquisas mais intrigantes de que se tem notícia, que revelaram ao mundo que tudo é vida e vida estuante, no Universo. As plantas interagem com os humanos e crescem, florescem e frutificam mais e melhor, quando são tratadas com amor e carinho e melhor ainda se “ouvem” música agradável.

Uma série intensiva de estudos realizados por Doroty Retallack de Denver, Colorado, comprovou que três horas diárias de um rock “ácido”, tocado através de alto-falantes, atrasou o desenvolvimento de aboboreiras, filodendros e milho e as danificou em menos de quatro semanas. Em contrapartida, grupos de plantas para as quais se transmitiu música suave ou sacra, não só cresceram mais que outras mantidas em ambiente silencioso, como se voltaram para a direção de onde procedia a música. (O Poder Oculto da Música, David Tame, Cultrix, 9ª edição, 1993)

Tentamos assim demonstrar a necessidade de melhorar o relacionamento conosco mesmo, com o próximo e com as múltiplas formas de vida que nos cercam, se adicionamos a boa música ao nosso cotidiano.

Expostos a todo tipo de poluição auditiva durante oito ou mais horas do dia, através de ruídos e músicas desarmônicas, gritos, freiadas bruscas, motores a combustão, buzinas, etc as pessoas estão começando a registrar atitudes neuróticas, agressivas e em alguns casos homicidas, que começam a preocupar as ciências da saúde.

A surdez precoce, as dores de cabeça e a hipertensão, também podem ter relação de causa e efeito com a poluição sonora, especialmente pela audição continuada dos ruídos modernos impropriamente denominados “música”.

Os doutores Earl Flosdorf e Leslie Chambers descobriram, numa série de experiências, que sons agudos projetados num meio líquido coagulam proteínas. Recente mania de adolescentes consistia em levar ovos frescos a concertos de rock e coloca-los à beira do palco . No meio do concerto, os ovos podiam ser comidos cozidos como um resultado da música. Surpreendentemente, somente poucos afeiçoados do rock perguntavam a si próprios o que a mesma música poderia causar-lhes aos corpos.(O Poder Oculto da Música)

Na mesma obra citada acima, Julius Portnoy conta que a “a música pode, positivamente, modificar o metabolismo, afetar a energia muscular, elevar ou diminuir a pressão sanguínea e influir na digestão. E pode fazer todas essas coisas com maior sucesso e de maneira bem mais agradável do que quaisquer outros estimulantes capazes de produzir as mesmas alterações em nosso corpo”.

Diante de tantas evidências científicas, fica patente a influência positiva ou negativa da música na vida do ser humano.A escolha é de cada um. O que desejamos? Podemos inundar nosso lar de música saudável, estimulante ou calmante e transcendental, que fala ao sentimento, ao amor e nos aproxima mais de Deus ou apelar para os ruídos da hora e perturbar a harmonia, a saúde e nossa evolução espiritual. Faça a sua escolha ".


Daniel Valois

Conselho Regional Espírita de Florianópolis(CRE-1)

Energia Quântica

EARTH PLANET

Uma Prece ao Melhor do teu Ser

Gregg Braden- Sentimentos, Emoções...

Eletrofisiologia da Intuição

A VIDA É MÁGICA

Prosperar

Cura Energética- Gregg Braden

ROBERT HAPPÉ

Transformando seus Sonhos em Realidade 1

Transformando seus sonhos 2

Transformando seus Sonhos 3

Livro Homeopatia e Energia

O PODER DA INTENÇÃO

Intenção 2

Intenção 3

Validação

ValidaçãoII